Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Com dez, Flu vê frango de Muriel e perde do Volta Redonda em reestreia de Fred

Imagem
O Fluminense teve uma noite para se esquecer na volta do Campeonato Carioca, hoje, no estádio Nilton Santos. O Tricolor foi derrotado por 3 a 0 pelo Volta Redonda, com direito a Egídio expulso ainda no primeiro tempo por falta violenta e falha feia do goleiro Muriel no primeiro gol.

Nem mesmo a reestreia de Fred, que só jogou 45 minutos, salvou o time de Odair Hellmann. A atuação melhorou no segundo tempo, mas faltou pontaria no ataque, enquanto o Voltaço foi letal nos contragolpes. Pedrinho e Saulo (duas vezes) fizeram os gols.
Ganso - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Com a derrota, o Flu adia para a última rodada a definição do grupo B da Taça Rio. O Tricolor lidera com nove pontos e enfrenta na quarta-feira o Macaé, precisando apenas de um empate para garantir a primeira posição. Já o Volta Redonda subiu para o segundo lugar, com sete pontos, e pega o Resende, também na quarta, dependendo apenas de si para chegar à semifinal.

Cronologia do jogo
Logo aos 6 minutos, o Volta Redonda abriu o placar com Pedrinho, que aproveitou contra-ataque em velocidade e contou com falha feia de Muriel em um chute no meio do gol. Aos 14, Egídio deu uma tesoura em disputa no meio-campo com Wallisson e recebeu o cartão vermelho direto, deixando o Flu com um jogador a menos. Já aos 18 do segundo tempo, Saulo ganhou pelo alto da defesa tricolor e, de cabeça, fez o segundo. Por fim, aos 44, Saulo recebeu em profundidade e fechou a conta tocando na saída de Muriel.
(Foto: Divulgação/Lucas Merçon)
O melhor: Caio Paulista entra bem e é um dos poucos a se salvar
A atuação do Fluminense no Nilton Santos foi para se esquecer. Na noite chuvosa de domingo, o Tricolor teve pouquíssimos destaques.

Na verdade, ninguém capaz de mudar a partida. Mas de todos em campo pelo Flu, quem mais deu trabalho à defesa do Volta Redonda foi Caio Paulista, que entrou na segunda etapa. O camisa 70 perdeu uma chance clara, é verdade, mas se movimentou e ao menos ajudou a equipe desorganizada de Odair Hellmann a ensaiar alguma reação. No fim, de nada adiantou.

O pior: Egídio é expulso e compromete equipe
A atuação do Fluminense já não era boa até então, mas Egídio fez o mais difícil: comprometer a equipe com uma expulsão totalmente desnecessária. A entrada violentíssima em Wallison fez o camisa 6 receber cartão vermelho direto e merecido, e deixou o Tricolor, já atrás no placar, com um a menos em campo desde os 14 minutos de jogo.

Muriel falha em retorno
O ano de 2020 de Muriel, até aqui, tem sido bem diferente do que o de sua chegada ao Flu. No primeiro chute que precisou defender no retorno do Campeonato Carioca, o goleiro deixou passar bola totalmente defensável de Pedrinho. A falha logo no início desestabilizou a equipe, que fez partida nervosa no Estádio Nilton Santos. Talvez sentindo a falta de ritmo ou atrapalhado pelo gramado molhado, o camisa 27 tomou um verdadeiro frango e prejudicou o Fluminense contra o Voltaço.
(Foto: Divulgação/Lucas Merçon)
Em reestreia, Fred é substituído no intervalo
O primeiro jogo de Fred em seu tão esperado retorno ao Fluminense foi para esquecer. O camisa 9 atuou por apenas 45 minutos, o suficiente para deixar o campo com o time atrás do placar após falha de Muriel e um a menos, depois da merecida expulsão de Egídio. O ídolo tricolor tentou dar opção e saiu bastante da área, mas não chegou a ter chances claras de gol. Seu melhor lance foi uma enfiada de bola para Marcos Paulo, que não aproveitou o presente e finalizou mal. O Flu voltou do intervalo sem seu capitão, substituído por Caio Paulista. A faixa ficou com Hudson.

Saulo entra no segundo tempo e faz dois
O meia Saulo foi o grande nome da segunda etapa ao marcar o segundo e o terceiro gols do Voltaço. Com o Flu se lançando à frente em busca da reação mesmo com um jogador a menos, sobraram muitos espaços para o contra-ataque, e o Volta Redonda aproveitou. No segundo gol, Saulo ganhou no alto da defesa e cabeceou bem para as redes. Já no terceiro, nos minutos finais, ele recebeu passe nas costas da zaga e tocou na saída de Muriel.
(Foto: Divulgação/Lucas Merçon)
FICHA TÉCNICA
Fluminense 0 x 3 Volta Redonda

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de junho de 2020 (domingo)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Diogo Carvalho Silva

Gols: Pedrinho, aos 6 minutos do primeiro tempo, e Saulo, aos 18 e aos 44 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Gilberto e Matheus Ferraz (Fluminense); Oliveira, Daniel, Luan e William (Volta Redonda)
Cartão vermelho: Egídio (Fluminense)

Fluminense: Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson, Yago (Fernando Pacheco) e Ganso (Michel Araújo); Evanilson (Miguel), Marcos Paulo (Orinho) e Fred (Caio Paulista). Técnico: Odair Hellmann

Volta Redonda: Douglas Borges; Oliveira, Heitor, Daniel (William) e Luiz Paulo; Marcelo, Bruno Barra e Bernardo (Saulo); Wallisson (Luan), Pedrinho (Bebê) e João Carlos. Técnico: Luizinho Vieira

Comentários