Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Cristiano Ronaldo em campo e Paquetá titular: futebol na Itália volta com Juventus x Milan

Cristiano Ronaldo, em treino da Juventus no palco do jogo nesta sexta: craque português terá chance de manter nível da boa temporada que faz — Foto: Divulgação/Juventus
Nada melhor do que um clássico que dará ao vencedor a vaga em uma decisão para marcar a volta do futebol depois de três meses. Assim será na Itália. Juventus e Milan se enfrentam nesta sexta-feira, em Turim, em partida de volta da semifinal da Copa da Itália, em jogo que dá o pontapé inicial à retomada do esporte em um dos países mais atingidos pelo novo coronavírus.

A bola rolou em solo italiano pela última vez no dia 9 de março, pela liga nacional. Desde então, o país sofreu com um intenso regime de isolamento. A Itália tem, no momento, 236 mil casos registrados e mais de 34 mil mortes. É a segunda nação europeia que mais sofreu com a pandemia. No entanto, não registra mais de 100 mortes em um dia desde 28 de maio.

Juventus e Milan fizeram o jogo de ida no dia 13 de fevereiro e empataram por 1 a 1 no San Siro. Nesta sexta, sem público em Turim, a Velha Senhora avança com um empate por 0 a 0. Caso haja novo 1 a 1, a decisão sairá em disputa de prorrogação e pênaltis. A outra semifinal é entre Napoli e Inter de Milão, que jogam neste sábado, em Nápoles. Os napolitanos venceram a ida por 1 a 0.

A decisão será na próxima semana, no dia 17, em Roma. O Italiano volta no dia 20, com os jogos atrasados da 25ª rodada. Enquanto lidera a liga na busca do nono título seguido, a Velha Senhora tenta voltar a vencer a Copa. Ganhou quatro vezes consecutivas entre 2015 e 2018, mas a Lazio levou em 2019.

Cristiano Ronaldo está confirmado na equipe. O português passou boa parte de sua quarentena em sua casa na Ilha da Madeira. Compartilhou vários momentos de seus treinamentos. Ele até usou o estádio em Funchal para manter a forma. E foi elogiado pelo técnico Maurizio Sarri, que atestou sua condição física para a volta a campo.

– Como ele voltou? Fisicamente está muito bem, claro que até a ele faltam as partidas, a sensação de estar em campo. Fez um bom trabalho nos treinamentos e a sensação é que a perna responde bem – comentou o técnico.

“É um aspecto positivo porque o nosso futuro, e nossos três objetivos na temporada, passam por ele (Ronaldo)”, confessou Sarri.

A esperança de ver o camisa 7 manter o nível que tinha antes da paralisação é válida. Cristiano tem 25 gols em 32 jogos na temporada. Atuou em 11 partidas em 2020 e marcou 13 gols.

A expectativa é que os três brasileiros da Juve estejam em campo desde início: os laterais Danilo e Alex Sandro, e o atacante Douglas Costa. Pjanic, envolvido em especulações sobre uma negociação com o Barcelona, também será escalado.

Lucas Paquetá ganha chance
Vice para a própria Juventus em 2018, o Milan não conquista a Copa da Itália desde 2003. É a única chance para o time rossonero terminar a temporada com ao menos um título. No Campeonato Italiano, está apenas em sétimo, com 36 pontos, a três do sexto Napoli, que fecha a zona de classificação para a Liga Europa.

A conquista da Copa lhe daria uma vaga no segundo maior torneio europeu, visto como objetivo principal para o técnico Stefano Pioli no momento.

Com uma lesão na panturrilha, o atacante Ibrahimovic será desfalque. Para a largada depois da paralisação, ele decidiu dar chance a alguns jovens jogadores. Entre eles está Lucas Paquetá.

O meia brasileiro atuou 19 vezes na temporada, das quais apenas nove foram como titular. Em 2020, foi apenas um jogo desde o início e logo substituído no segundo tempo.

– Os jogadores se apresentaram bem, trabalharam todos em casa. Não estão 100%, assim como não estarão nossos adversários. Paquetá está entre osque se apresentaram bem – avaliou o técnico Stefano Pioli.

Juventus x Milan
Data: 11/06
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Turim
Competição: semifinal da Copa Itália (1 x 1 na ida)

Juventus: Buffon; Danilo, De Ligt, Bonucci, Alex Sandro; Bentancur, Pjanic, Matuidi; Douglas Costa, Dybala, Cristiano Ronaldo
Técnico: Maurizio Sarri

Milan: Donnarumma: Conti, Kjaer, Romagnoli, Musacchio; Paquetá, Kessié, Bennacer, Calhanoglu; Bonaventura; Rebic
Técnico: Stefano Pioli

Comentários