Pular para o conteúdo principal

Anúncios

Começa a reforma do Centro de Artes Marciais, Dança e Ginástica da FME

Em breve, os cerca de dois mil alunos atendidos no Centro de Artes Marciais, Dança e Ginástica da Fundação Municipal de Esportes(FME) terão um espaço totalmente remodelado para a prática de atividade esportiva. 

As obras de reforma do Centro começaram neste mês de julho e constam recuperação do telhado, que  estava comprometido e afetando toda a estrutura do prédio. Também serão recuperados três grandes salas utilizadas para as aulas de artes marciais- taekwondo, jiu-jitsu, karatê, judô -, ginástica olímpica, além de uma sala para balé e dança e mais outra sala para bocha e pilates. O espaço vai ganhar rampa, elevador com acessibilidade, além de piso tátil e banheiros adaptados. Todo o prédio receberá pintura.

Os recursos para a obra são fruto da emenda parlamentar nº 30780006, da então deputada federal Cristiane Brasil, na ordem de R$ 247.209, 79, que só podem ser usadas nesta reforma e que terá uma contrapartida de apenas 1% o equivalente a R$ 2. 472,10 por parte do município de Campos dos Goytacazes. A aprovação do projeto contou com o empenho das equipes das secretarias municipais de Infraestrutura e Mobilidade Urbana e Desenvolvimento Ambiental, além da Superintendência de Postura e Codemca.

Recentemente, o presidente da Fundação Municipal de Esportes, Fábio Coboski, visitou a obra acompanhado do diretor do Departamento de Projetos da FME, Carlos Alberto Pessanha  Dias e do representante da firma vencedora da licitação. A previsão é de conclusão da obra em dezembro. 

- É muito gratificante ver o trabalho realizado pela FME que começou há três anos se transformando em realidade. Em 2017, o projeto de melhorias  foi apresentado ao Ministério do Esporte para aprovação. Nos últimos anos, a Prefeitura de Campos implantou uma nova forma de administração, buscando recursos federais e parcerias públicas privadas, com o objetivo de  melhorar a qualidade de vida da população campista. Outros projetos também foram apresentados pela Fundação, aceitos e acolhidos por diferentes deputados federais - destacou o presidente da FME - Fábio Coboski.

Reforma - Cerca de 10 homens trabalham na reforma do espaço, obedecendo todas as exigências do coronavírus, que prevê distanciamento de até 5 metros entre os operários, visando proteger de possíveis contágio conforme prevê os Decretos Municipais, que seguem os protocolos de segurança, para conter o avanço da doença. Além de todos estarem com os EPIs- Equipamentos de Proteção Individual.

Comentários