Seleção brasileira encerra World Masters de judô sem medalhas

No último dia de lutas, David Moura e Bia Souza ficaram em sétimo lugar, os melhores resultados de seleção brasileira nos três dias de competição

Lutas 13 de janeiro de 2021 às 15h57
Granger Ferreira / GFEsportes.com.br

O Brasil voltou a ficar longe do pódio no terceiro e último dia do World Masters de judô. Com isso, se despediu da competição sem avançar à nenhuma final e sem conquistar medalhas. Nesta quarta-feira (13), sete brasileiros entraram em ação em Doha, no Catar, e David Moura e Bia Souza conseguiram os melhores resultados do país nos três dias da competição. Foram eliminados apenas na repescagem e ficaram em sétimo lugar.

David Moura, na categoria +100 kg, foi quem mais venceu entre os brasileiros. Ele estreou passando pela primeira rodada com dois waza-ari, que configuram um ippon, sobre o sul-coreano Sungmin Kim. Na sequência, repetiu o resultado vencendo o holandês Jur Spijkers com mais um ippon.

A imagem pode conter: texto que diz "da DORA Mercado Municipal Munic parte externa box 28 e 30 99782-8596"

Assim, David Moura garantiu vaga nas quartas de final, mas desta vez foi ele quem sofreu o ippon e acabou perdendo para o ucraniano Yakiv Khammo. Na repescagem, não conseguiu se recuperar e foi eliminado pelo russo Tamerlan Bashaev, novamente por ippon.

Já Bia Souza, na categoria +78 kg, estreou direto na segunda rodada, vencendo Milica Zabic, da Sérvia, com um ippon. Nas quartas de final, entretanto, acabou sofrendo o revés diante da turca Kayra Sayit, por ippon, mesmo resultado que se seguiu na repescagem, sendo eliminada pela tunisiana Nihel Rouhou.

Cinco derrotas na estreia
Outros cinco brasileiros pararam nas lutas de estreia do último dia do World Masters de judô. Encerrando a participação feminina, ainda na categoria +78 kg, Maria Suelen Altheman foi desclassificada por entrada perigosa na disputa com a camaronesa Hortence Atananga. 

No masculino, Rafael Macedo foi o único representante na categoria até 90 kg, mas foi eliminado logo na primeira luta, perdendo para o mongol Altanbagana Gantulga por waza-ari.

Já na categoria até 100 kg, Rafael Buzacarini também caiu na estreia, sendo derrotado por Elmar Gazimov, do Uzbequistão, após sofrer um ippon. O mesmo aconteceu com Leonardo Gonçalves, que perdeu para o canadense Shady Elnahas por ippon.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "RB KARLA BENVINDO Enfermeira Intensivista especializada LASERI EALTH em LASERTERAPIA ILIB TECNICA ILIB Podemos tratar: Diabetes mellitus; Colesterol; Hipertensão; Artrose; Artrite; Doenças Inflamatórias; Doenças do sistema respiratório Dores Crónicas Muito mais... LASERTERAPIA Podemos Tratar: Dermatite de fralda; Fissuras mamárias; Lesões pós-parto; Tratamento de Feridas; Mucosite oral; Herpes Labial; Processos Inflamatórios; Pós-operatorios diversos; Infecções fúngicas Queimaduras; muito mais... laserterapia@gmail.com laserterapia.k karla (22) 99880-7714"

E por fim, na categoria acima dos 100 kg, Rafael Silva, o Baby, atleta do Time Ajinomoto, manteve o roteiro. Ele se despediu na primeira rodada, depois levar três punições no golden score diante de Iurii Krakovestki.

Saldo final
Assim, o Brasil encerrou a participação no World Masters de judô sem nenhuma final e nenhuma medalha. Dos 18 atletas do país, quinze foram eliminados na estreia. Assim, os melhores resultados foram o de Daniel Cargnin (-66 kg) no primeiro dia, quando chegou às oitavas de final, e os de David Moura e Bia Souza.

“Reconhecemos que os resultados e o desempenho nessa competição foram aquém do que esses atletas podem entregar. É um momento de reflexão para todos nós, de identificar as dificuldades e atacá-las. Teremos uma sequência de competições muito duras esse ano e 190 dias de muito trabalho até Tóquio. Já vivemos situações piores. Não será fácil, mas tenho confiança de que conseguiremos mudar esse jogo”, avaliou Ney Wilson Pereira, gestor de Alto Rendimento da CBJ (Confederação Brasileira de Judô). 

A imagem pode conter: texto que diz "Clima Refrigeração para Veículos Pesados Ar condicionado para veículos leves, pesados e agrícolas (22)99979-9599 -9599 Flávio/ (22)99813-6727 Thays Rua Dr. Albano N°09 Pq. Rio Branco (próximo ao supermercado Ok) Guarus- Campos dos Goytacazes-Rj e-mail: climaquinaar@gmail.com"

Vale lembrar que o World Masters é a segunda competição mais importante na corrida olímpica em termos de pontos. Isso porque, valendo até 1,8 mil pontos, fica atrás apenas do Mundial, previsto para junho, em Budapeste, que dá até 2 mil pontos no ranking.

Ao retornar ao Brasil, a seleção se reapresentará em Pindamonhangaba, São Paulo, para um período de 10 dias de treinos a partir do dia 25 de janeiro. O próximo compromisso é o Grand Slam de Tel Aviv, em Israel, nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro.

Fonte: GF ESPORTE
Todos os direitos reservados Desenvolvido por Jean Moraes