Oliveira surpreende rivais e vence primeira do ano na Catalunha

Quartararo ainda chegou a superar Oliveira, mas o português conseguiu dar o troco

Esportes a Motor 07 de junho de 2021 às 14h09
Granger Ferreira / GFEsportes.com.br

O GP da Catalunha de MotoGP deste domingo foi uma corrida das mais interessantes da temporada 2021. Saindo de quarto no grid, Miguel Oliveira passou a primeira curva em segundo lugar, superou Jack Miller pouco depois e assumiu o primeiro posto. O português teve ainda que duelar com Fabio Quartararo para ficar com a vitória, mas fez exatamente isso para garantir seu primeiro triunfo do ano.

Quartararo ainda chegou a superar Oliveira, mas o português conseguiu dar o troco. No fim, ele ainda foi pressionado por Johann Zarco, mas conseguiu se manter na frente, confirmando sua terceira vitória na MotoGP – primeira pelo time de fábrica da KTM.

Zarco conseguiu o quarto pódio do ano, finalizando em segundo. Jack Miller herdou o terceiro posto após Quartararo ter cortado caminho na curva 2 no momento em que foi ultrapassado por Johann Zarco. O piloto da Yamaha ainda teve um problema bastante estranho no macacão nas últimas voltas, precisando tirar o protetor do peito devido a supostamente um problema no airbag. (ATUALIZAÇÃO: Quartararo recebeu mais 3s de penalidade após o GP pelo problema no macacão e caiu de quarto para sexto).

Com isso, diferença de Quartararo no mundial baixou de 24 pontos para 14.

Joan Mir foi o quinto, na frente de Maverick Viñales. Francesco Bagnaia, em prova apagada, foi apenas o sétimo colocado. Brad Binder ficou em oitavo, com Franco Morbidelli e Enea Bastianini fechando o top 10.

Marc Márquez acabou caindo pela terceira vez seguida no início da prova enquanto era o sétimo. É a pior sequência do espanhol na MotoGP.

Pode ser uma imagem de carro e texto

Quem também abandonou por acidente foi Valentino Rossi.

1. Miguel Oliveira / Red Bull KTM (RC16) 40m 21.749s
2. Johann Zarco / Pramac Ducati (GP21) +0.175s
3. Jack Miller / Ducati Team (GP21) +1.990s
4. Joan Mir / Suzuki Ecstar (GSX-RR) +5.325s
5. Maverick Viñales / Monster Yamaha (YZR-M1) +6.281s
6. Fabio Quartararo / Monster Yamaha (YZR-M1) +4.815s (*+3s)
7. Francesco Bagnaia / Ducati Team (GP21) +8.175s
8. Brad Binder / Red Bull KTM (RC16) +8.378s
9. Franco Morbidelli / Petronas Yamaha (YZR-M1) +15.652s
10. Enea Bastianini / Avintia Ducati (GP19) +19.297s
11. Alex Marquez / LCR Honda (RC213V) +21.650s
12. Luca Marini / Sky VR46 Avintia Ducati (GP19) +22.533s
13. Takaaki Nakagami / LCR Honda (RC213V) +27.833s
14. Jorge Martin / Pramac Ducati (GP21) +29.075s
15. Lorenzo Savadori / Aprilia Gresini (RS-GP) +40.291s

Abandonaram
Iker Lecuona / KTM Tech3 (RC16)
Valentino Rossi / Petronas Yamaha (YZR-M1)
Aleix Espargaro / Aprilia Gresini (RS-GP)
Marc Marquez / Repsol Honda (RC213V)
Danilo Petrucci / KTM Tech3 (RC16)
Pol Espargaro / Repsol Honda (RC213V)

Campeonato após 7 etapas:
1. Fabio Quartararo – 118 pontos
2. Johann Zarco – 101
3. Jack Miller – 90
4. Francesco Bagnaia – 88
5. Joan Mir – 76

Fonte: F1 Mania
Todos os direitos reservados Desenvolvido por Jean Moraes