Com Hulk decisivo, Atlético-MG vence o Flamengo no primeiro jogo da Copa do Brasil

Com a vitória sobre o Flamengo, o Atlético-MG terá a vantagem do empate no jogo de volta, no Maracanã no dia 13 de julho, para avançar às quartas de final da Copa do Brasil

Futebol 22 de junho de 2022 às 23h34
Granger Ferreira / GFEsportes.com.br

No primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, entre Atlético-MG e Flamengo, venceu o time que foi mais eficiente ao longo dos 90 minutos: o Galo. Com menos posse de bola e finalizações, a equipe de Turco Mohamed contou com Hulk, autor de um gol e uma assistência, para fazer 2 a 1 no Mineirão. Os demais gols da partida foram de Ademir e de Lázaro.

Com o resultado desta quarta, em Belo Horizonte, o Galo jogará por um empate no jogo do Rio de Janeiro. Já uma vitória por um gol de diferença do Flamengo levará a decisão para a disputa por pênaltis. 

A volta será no Maracanã, em 13 de julho. Antes, os times disputam três rodadas do Brasileirão e as oitavas de final da Libertadores: o Galo enfrenta o Emelec (EQU); o Flamengo duela com o Tolima (COL).

DE COBERTURA, HULK EXPLODE O MINEIRÃO!
A tensão de um mata-mata estava no ar desse o apito inicial, mas coube a Hulk, aos seis minutos, transformar a tensão em energia. Mariano deu mais uma assistência e, aproveitando o erros dos zagueiros, o camisa 7 encobriu o goleiro Diego Alves: 1 a 0 aos seis minutos. O gol fez a já empolgada torcida atleticana cantar mais alto.

POSSE DE BOLA E DECISÕES ERRADAS DO FLA
Apesar do apoio das arquibancadas, a finalização de Hulk acabou sendo a única certa do time de Turco Mohamed antes do intervalo. Por outro lado, a equipe de Dorival Jr chutou sete vezes, mas só Andreas Pereira acertou a meta. Todas as demais foram para fora.
?
A falta de pontaria e a desatenção ofensiva que resultou em mais um gol adversária marcaram os 45 minutos iniciais do Flamengo. Com dificuldade para transformar a posse de bola em chances reais, os jogadores foram caindo de rendimento à medida que o tempo passou. No fim, passou a oferecer contra-ataques ao Galo, e teve que apelar para as faltas: foram três cartões entre os minutos 41 e 45.

CENÁRIO SE REPETE E ADEMIR AMPLIA!
Sem mudanças no intervalo, o panorama da partida seguiu o mesmo no inicio da etapa final. Assim, em mais um contra-ataque oferecido pelo Flamengo, que teve o escanteio e, no rebote, a posse de bola com Matheuzinho. Em mais um erro, Nacho acionou Hulk, que levou pela esquerda e se livrou de dois marcadores antes de cruzar na cabeça de Ademir. Livre, o camisa 19 ampliou, de cabeça, aos nove.

Os minutos seguintes foram de um Galo mais próximo de marcar o terceiro do que do Flamengo descontar, e Dorival Júnior apostou em Rodinei, Lázaro e Pedro, substituíndo Matheuzinho, Everton e Arão. Quem quase marcou no minuto seguinte, contudo, foi Nacho, após mais uma jogada individual de Hulk. Dessa vez, Diego Alves pegou.

Aos 29, o Atlético chegou mais uma vez com perigo. Após jogada de Hulk e Ademir, Allan ficou com a sobra e obrigou o camisa 1 do Flamengo a trabalhar novamente. O terceiro gol do Galo parecia questão de tempo, mas foi o Rubro-Negro quem descontou aos 31.

LÁZARO MARCA E MANTÉM FLAMENGO VIVO!
?Últimas cartadas de Dorival, Ayrton Lucas e Thiago Maia haviam acabado de entrar quando Rodinei foi à linha de fundo e cruzou. A bola atravessou a área até Lázaro, que completou de primeira: 2 a 1. Foi a oitava finalização do Rubro-Negro - apenas a segunda certa.

Assim como na maior parte do jogo, os minutos finais foram de bola do Fla, mas de poucas chances reais. Na base do "abafa", os cariocas tentaram a pressão, mas não conseguiram o empate. E mais, o Galo não ampliou porque Calebe acertou o pé da trave, já nos acréscimos.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2X1 FLAMENGO

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: 22 de junho de 2022, às 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Renda/Público: R$ 2.113.078,00 / 53.953 pagantes

Gols: Hulk (1-0, 6'/1ºT), Ademir (2-0, 9'/2ºT) e Lázaro (2-1, 32'/2ºT)

Cartão amarelo: Ademir e Everson (CAM); Everton Ribeiro, Andreas Pereira, Pablo (FLA)
Cartão vermelho: Não houve.

ATLÉTICO-MG (Técnico: Turco Mohamed)
Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Otávio e Nacho Fernández (Calebe, 38'/2ºT); Keno (Ademir, 33'/1ºT), Vargas (Rubens, 17'/2ºT) e Hulk
?
FLAMENGO (Técnico: Dorival Júnior)
Diego Alves; Matheuzinho (Rodinei, 21'/2ºT), Rodrigo Caio, Pablo e Filipe Luís (Ayrton Lucas, 30'/2ºT); Willian Arão (Lázaro, 21'/2ºT) , João Gomes e Andreas Pereira (Thiago Maia, 30'/2ºT); Everton Ribeiro (Pedro, 21'/2ºT), Arrascaeta e Gabigol

Fonte: Lance
Todos os direitos reservados Desenvolvido por Jean Moraes